(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001

Postado em 06/07/2022

TUMOR DE MAMA EM CADELAS

Os tumores de mama são as neoplasias mais comuns em cadelas, acometendo principalmente animais na faixa de 7 a 12 anos. Contudo, essa faixa pode variar com a expectativa de vida entre as raças, cães de raças grandes a gigantes apresentam naturalmente um menor tempo de vida e tendem a ter neoplasias mamárias em idades mais jovens quando comparados a cães de porte pequeno.

As raças mais acometidas são Poodle, Dachshund, Yorkshire Terrier, Cocker Spaniel, Pastor­ alemão, Boxer, Fox Terrier, além dos animais sem raça definida (SRD). O maior aparecimento das neoplasias de mama em determinadas raças propõe que exista uma ligação hereditária e uma suscetibilidade genética a esses tumores, tornando-se um importante fator de risco, bem como a idade e a exposição hormonal.

A exposição hormonal também está envolvida no desenvolvimento do câncer de mama. A progesterona e o estrógeno estão envolvidos na maturação natural da glândula mamária. Esses hormônios apresentam um efeito mitogênico sobre as células do epitélio glandular mamário, realizando o desenvolvimento de ductos e lóbulos que culminam no crescimento das mamas, tendo grande influência na carcinogênese dos tumores mamários.

Esses hormônios são produzidos pelos ovários das fêmeas não castradas. A literatura traz que quando a ovariohisterectomia é realizada antes do primeiro estro a chances de desenvolvimento de neoplasias mamarias é de 0,5%. Enquanto que em fêmeas castradas após o primeiro cio o risco aumenta para 8% e nas castradas após o segundo ciclo estral aumenta para 26%.

Dessa forma sugere-se que os hormônios ovarianos são essenciais e irreversíveis para o desenvolvimento dos tumores de mama e que a prevenção a exposição hormonal durante o período da puberdade onde as glândulas estão em desenvolvimento e se tornando maduras seria a melhor maneira de prevenir essas neoplasias.

A ovariohisterectomia é a melhor forma de prevenir o aparecimento nas neoplasias mamárias e também evitar o desenvolvimento de outras afecções como as infecções uterinas (piometra) e a pseudociese.

 

Na FAEF os alunos aprendem a importância da castração e a realizar nas aulas práticas o procedimento cirúrgico de ovariohisterectomia de forma rápida e segura na disciplina de Obstetrícia veterinária de pequenos animais. Os residentes e os estagiários do Hospital veterinário de pequenos animais também realizam os procedimentos cirúrgicos durante os projetos de castração e na rotina do hospital.

                                           Matéria da Docente de Medicina Veterinária da FAEF

Esp. Karina Oliveira Santos

 

A FAEF Garça está localizada à Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, Km 420.

Horário de atendimento da Faculdade FAEF:

Segunda às sextas-feiras: das 8h às 22h

Sábados: das 8h às 16h

 

Coordenação do curso de Medicina Veterinária

Prof. Dra. Anelize de Souza Trecenti Santana

Prof. Esp. Marina Chaves Cabrini

Contato: (14) 99891-3329

e-mail: medicina@faef.br

 

Núcleo de Vestibular FAEF- NUVEST

Contato: (14) 3407-8000

WhatsApp (14) 99770-8001 ou (14) 98165-9435

e-mail: vestibular@faef.br

FAEF FAIT FAIP Eduvale

Fale Conosco

(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001
Copyright © 2022 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Luis Guilherme