(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001

Postado em 17/11/2021

ATUAÇÃO DA ENGENHARIA NO SISTEMA SILVIPASTORIL

Por: Especialista Victor Lopes Braccialli - Engenheiro Florestal e docente da FAEF

 

Os sistemas silvipastoris, também conhecidos como os sistemas de manejo que integram a produção florestal com a produção pecuária, se tornam cada vez mais praticados nas propriedades rurais brasileiras. A prática de cultivar árvores em áreas de pastagens produzem diversos benefícios ao produtor rural e ao ambiente. Entre objetivos principais da implantação dos sistemas silvipastoris, estão a melhora das condições de conforto térmico para o gado e, possibilidade de diversificação de renda ao pecuarista, através da produção de madeiras para diversos fins.

 

Pecuaristas do Estado do Paraná já colhem os frutos gerados a partir da implantação de sistemas que integram a produção florestal com a prática da pecuária. Os ganhos observados são referentes, principalmente, ao aumento da produtividade. Na região de Paranavaí / PR, os pecuaristas puderam dobrar o número de animais por área, duplicando a produtividade do rebanho, além de obterem ganhos com a comercialização da madeira. Em números, enquanto uma produção de gado de corte sem a inserção de árvores produz, em média, 135 kg/ ha/ ano, as unidades de produção de gado de corte que integraram pecuária – floresta, produzem, em média, 398 kg/ ha/ ano. Esse aumento de produção por área de pastagem é consequência do conforto térmico criado pelas árvores nas pastagens, já que o animal gasta menos energia para superar os dias quentes, especialmente no verão.

 

Além dos ganhos em produção, a implantação de sistemas silvipastoris possibilita ao pecuarista o alcance dos mercados de carne sustentáveis, ou “carne carbono neutro”. Empresas como a Klabin, em parceria com a Embrapa, trabalham na criação de diretrizes e protocolos para a produção pecuária e florestal de baixo impacto. A ideia principal se pauta no conceito de que as árvores, quando cultivadas, neutralizam as emissões de gases geradas pela produção animal. O mercado de “carne carbono neutro” cresce a cada dia devido às pressões sofridas pelos países produtores para a realização de uma produção pecuária como menos impactos ao ambiente, principalmente na redução das emissões de gases do efeito estuda.

 

Todos esses benefícios resultam na expansão desse sistema produtivo consorciado e com isso a Engenharia Florestal tem importante atuação para que as árvores tenham um desenvolvimento satisfatório através da condução das linhas de espécies arbóreas. Os Engenheiros Florestais são responsáveis pela seleção da espécie, definição do espaçamento, preparo do solo, adubação, plantio, manejo das árvores, colheita e destinação da produção. 
No Curso de Engenharia Florestal da Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral (FAEF – Garça/SP), os estudantes são capacitados para atuarem no mercado de produção agroflorestal sustentável, já que a matriz curricular do curso oferece a disciplina de Agrossilvicultura. Os Engenheiros Florestais formados na FAEF podem atuar por exemplo, no em projetos de implantação e condução de sistemas agroflorestais, sistemas silvipastoris de forma integrada e sustentável. Além disso, podem atuar com a agrossilvicultura de forma que esta prática possibilite a diversificação de renda dos produtores rurais, bem como possibilite a recuperação de solos desgastados com a prática da agricultura convencional.

 

No Campus Experimental Fazenda Nova FAEF I, os sistemas silvipastoris podem ser observados na prática. A Fazenda Experimental possui ampla área com cultivo de coco em consórcio com a criação animal. Já no Campus Alvorada, os sistemas silvipastoris podem ser observados nas pastagens que receberam os plantios de Teca, madeira nobre de uso naval e moveleiro. O Curso de Engenharia Florestal da FAEF, através da participação dos alunos, desenvolve estudos de acompanhamento da produção florestal e pecuária através desses experimentos. 

 

Por fim, vale ressaltar que os sistemas silvipastoris são benéficos, garantem uma melhor e diversidade produção, além de ser uma importante área de atuação dos Engenheiros Florestais. 

 

Para saber mais sobre a atuação do Engenheiro Florestal no mercado de trabalho acesse o site https://www.faef.br/curso/engenharia-florestal
 

 

Por: Especialista Victor Lopes Braccialli - Engenheiro Florestal e docente da FAEF

 

Núcleo de Vestibular FAEF- NUVEST

 
Contato: (14) 3407-8000 e whatsApp (14) 99770-8001 ou (14) 98165-9435
 
E-mail: vestibular@faef.br
 
Horário:
 
Segunda às sextas-feiras: das 8h às 22h
Sábados: das 8h às 16h

FAEF FAIT FAIP Eduvale

Fale Conosco

(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001
Copyright © 2021 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Nutic FAEF