(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001

Postado em 23/06/2020

ALGUMAS DICAS SOBRE HOME OFFICE

Com a atual pandemia do COVID-19 muito se tem falado sobre home office. Já algum tempo, muitas empresas adotavam esta forma de trabalho como estratégia para seus colaboradores, e com o distanciamento social determinado para prevenção da saúde das pessoas, mais empresas adotaram essa estratégia, para cuidar de seus colaboradores, sem prejuízos no rendimento. Por isso, é necessário, que tanto a empresa, quanto os colaboradores, entendam o que é o home office e como ele deve acontecer sem prejuízos.

Em sua tradução literal, Home office, é “trabalho em casa”, assim, o simples fato de se exercer um trabalho ou uma atividade profissional fora de um local fixo pré-determinado pela contratante, se caracteriza como Home Office.

Segundo pesquisa da SAP, os dados de 2018, nos mostram que em todo o mundo, os home officers (pessoas que trabalham em casa) correspondiam a 32,5% dos profissionais, e em 2019, houve um aumento para 35%. No Brasil, a concentração maior de home officers se dá na cidade de São Paulo, talvez, uma estratégia para auxiliar e evitar que estes percam tanto tempo no trânsito.

Porém, é importante lembrar, que o Home Office não é para qualquer profissional, já que muitas profissões não possuem o perfil para a realização do trabalho em casa. Já pensou um bancário trabalhando em casa? Ou um técnico de Segurança do Trabalho? Quando as atividades são sigilosas, perigosas, ou exigem o uso de equipamentos e ferramentas que não podem ser transportados, o home office não é uma possibilidade.

Como, também, não é o famoso “trabalhe pouco e ganhe muito”, já que o fato de você estar em casa, muitas vezes não fazendo pausas para o café, não sendo interrompido pelos colegas de trabalho, e não tendo que “enfrentar” o trânsito até seu local de trabalho, deixará seu horário de trabalho mais continuo e intenso, assim, você trabalhará mais!

 

Um grande mito em relação ao home office, é que este colaborador ficará 100% longe da empresa. Isso é uma mentira, pois na realidade, o que acontece é que o colaborador trabalhe em casa alguns dias da semana (flexibilidade), e cada período vá até a empresa para uma reunião, discussão de projetos, ou manter o contato com a empresa.

Por isso, é importante, ao ser contratado, ou ao adotar o home office como estratégia de trabalho, seguir algumas orientações e dicas, evitando o adoecimento psicológico do colaborador, e os prejuízos no desempenho do trabalho. Já que trabalhar em casa exige de quem o faz, uma boa dose de profissionalismo e disciplina.

Uma dica importante, é a vestimenta. Se o hábito faz o monge, o traje não profissional (pijama) pode contaminar a seriedade do trabalho e reduzir a credibilidade e até a autoestima do colaborador. Há relatos de casos extremos, de que o comportamento relapso levou o colaborador a depressão. Não precisa usar terno, mas adote uma roupa confortável que transmita uma atitude profissional para os outros e para você mesmo.

O ambiente é tão importante quanto a tarefa a ser desempenhada. Você não terá os mesmos resultados se trabalhar no sofá ou na cama. Por isso, escolha na sua casa um local adequado, com boa ventilação, boa iluminação, acesso a internet e longe de interrupções para realizar seu home office. Uma dica bem legal, é personalizar esse espaço com coisas que você goste, tipo blocos de anotação, canetas, mural, fotos, e tudo aquilo que você irá precisar para executar suas tarefas.  Com um local adequado, e que você se sinta bem, o trabalho fluirá melhor.

Não se esqueça de criar uma rotina bem definida. Se preciso, faça uma planilha para se adaptar. Nesta, deve conter o horário exclusivo de trabalho, de descanso, de refeições, já que ter uma rotina determinada, auxiliará em sua produtividade. Também é importante ter um horário para acordar e para dormir, assim, você saberá que caso não tenha cumprido suas metas diárias, isso não é problema, pois você poderá terminar, amanhã!

Ao adotar sua casa como seu local de trabalho, não se esqueça de você! Crie uma rotina de exercícios físicos, e alimentação saudável, e nunca se esqueça dos momentos de lazer. Uma boa conversa com os amigos auxilia a prevenir doenças emocionais. E caso precise, procure um psicólogo, e ele irá te auxiliar nesta adaptação ou neste momento.

Se puder, fique em casa e Bom Trabalho!

 

Máteria publicada pelo:

Professor Especialista Rui Mesquita Neto

Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral – FAEF Garça

(14) 3407-8000 – psicologia@faef.br

FAEF FAIT FAIP Eduvale

Newsletter

Receba informativos e novidades em seu email


Fale Conosco

(14) 3407-8000 | (14) 98165-9435 | (14) 99850-1460 | (14) 99770-8001
Copyright © 2017 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn.