Facebook YouTube
  • SEMANA ADM E CONTABEIS 2017
  • BOLSA UNIVERSIDADE 2017
  • FAEFTV Youtube
  • Vestibular 2017
  • Proibido Fumar no Campus
  • PÓS TODOS
  • Campanha Pós Graduação
  • Vest Agendado
  • Hospital Veterinario
  • TROTE
  • Banner Nuema
  • Campanha Curta Página Facebook FAEF
FAEF FAIT FAIP EDUVALE

 

O PPC do curso de Psicologia da FAEF, contém um núcleo comum que assegura uma base homogênea para a formação e para a capacitação para aprender e lidar com os conhecimentos da área.

 

O núcleo comum é definido por um conjunto de competências básicas que se reportam a desempenhos e atuações iniciais requeridas do formando em Psicologia e visam garantir ao profissional o domínio de conhecimentos psicológicos e a capacidade de utilizá-los em diferentes contextos que demandam a investigação, análise, avaliação, prevenção e intervenção em processos psicológicos.

 

O núcleo comum prepara o aluno para analisar o campo de atuação profissional e seus desafios contemporâneos, analisar o contexto em que atua profissionalmente em suas dimensões institucional e organizacional, identificar e analisar necessidades de natureza psicológica, diagnosticar, planejar e intervir de forma coerente com referenciais teóricos, formular questões de investigação científica vinculando-as a decisões metodológicas quanto à escolha, coleta e análise de dados em projetos de pesquisa, com conseqüente seleção e utilização de instrumentos e procedimentos de coletas de dados. 

 

A FAEF pretende, ainda, que o psicólogo formado seja capaz de diagnosticar, avaliar e atuar em problemas humanos de ordem cognitiva, comportamental e afetiva, coordenar e manejar processos grupais, atuar inter e multiprofissionalmente, realizar orientação, aconselhamento psicológico e psicoterapia, levantando questões teóricas e de pesquisa e gerando conhecimentos a partir de sua prática profissional.

 

O psicólogo egresso da FAEF deve, outrossim, ser capaz de  elaborar relatos científicos, pareceres e laudos técnicos, apresentar trabalhos e discutir ideias em público.

 

CURSO: Psicologia
 

AUTORIZAÇÃO:
Portaria MEC nº 1715 de 01 de agosto de 2001, publicada no Diário Oficial da União de 06 de agosto de 2001.

RECONHECIMENTO:
Portaria MEC nº 343 de 23 de abril de 2007, publicada no Diário Oficial da União de 24 de abril de 2007.

 

 

Diretora da Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral:

Profª. Dra. Vanessa Zappa

E-mail: direcao@faef.br

 

Coordenador do Curso:

Prof. Msc. Charlisson Mendes Gonçalves

E-mail: psicologia@faef.br

 

Secretária Geral da FAEF:

Daniela de Almeida Funakawa Cirilo

E-mail: secretaria@faef.br

 

Secretária do Curso:

Yasmini Anequini

E-mail: yasmini@faef.br

 

Departamento de Vestibular e Apoio Acadêmico:

E-mail: vestibular@faef.br

 

Coordenador do Curso e Coordenador da Clínica-Escola de Psicologia e de Pesquisa Aplicada (CEPPA):

Professor Msc. Charlisson Mendes Gonçalves

 

 

Professora Doutora Chayrra Chehade Gomes

Disciplina: Biologia aplicada à Psicologia, Técnicas de Observação e Registro, Orientação de Estágio Básico I: Orientação e registro.

 

Professor Doutor Guilherme Tavares

Disciplina: Interfaces em Psicologia: Psicologia Jurídica.

 

Professora Doutora Janete de Aguirre Bervique

Disciplina: Fundamentos Filosóficos da Psicologia; Teoria e Técnica Psicoterápica Fenomenológica, Humanista e Existencial; Orientação de Estágio em Gestalt Terapia.

 

Professor Mestre Charlisson Mendes Gonçalves

Disciplina: Psicopatologia Geral II

 

Professora Mestre Claudia Cristina Góes

Disciplina: Análise Experimental do Comportamento

 

Professora Mestre Débora

Disciplina: Orientação Vocacional e Profissional: Teoria e Prática

 

Professora Mestre Fernanda Provesan Dota

Disciplina: Psicologia Escolar, Técnicas de Exames Psicológicos, Orientação de Estágio Supervisionado Básico III: Psicodiagnóstico, Orientação de Estágio em Psicologia Escolar.

 

Professora Mestre Gabriela Henrica Abu Kamel Gazetta

Disciplina: Metodologia Científica

 

Professor Mestre José Wellington

Disciplina: Psicologia da Personalidade; Psicologia do Desenvolvimento; Gênero, Sexualidade e Processos de Subjetivação; Psicologia Geral; Orientação de Estágio em Psicanálise.

 

Professora Mestre Juliana Fernanda Alvares

Disciplina: Educação e Direitos Humanos

 

Professora Mestre Juliana Baracat

Disciplina: Língua Portuguesa: Técnicas de Redação; Prática de Pesquisa em Psicologia; Psicologia Social: Teorias e Métodos.

 

Professor Mestre Reginaldo Barbosa

Disciplina: Socioantropologia Etnico-Racial

 

Professor Especialista Bruno

Disciplina: Estatística Aplicada à Psicologia

 

Professor Especialista Gabriel Gonçalves Matos

Disciplina: Interfaces em Psicologia: Esportes e Meio Ambiente; Infância, Família e Realidade Social Brasileira; Orientação de Estágio em Instituições de Saúde.

 

Professora Especialista Graziele Kerges Alcantara

Disciplina: Teoria e Técnicas Psicoterápicas em Cognitivo Comportamental, Orientação de Estágio em Cognitivo Comportamental.

 

Professor Especialista Rui Mesquita Netto

Disciplina: Psicologia do Trabalho e das Organizações; Orientação de Estágio em Psicologia Organizacional.

 

HISTÓRICO DO CURSO

 

 

                                               A formação pluralista ou generalista proposta e oferecida pelo Curso de Psicologia da Faculdade de Ensino Superior e Formação Integral – FAEF, e que se propõe ao desenvolvimento de competências e de habilidades consideradas fundamentais à atuação do Psicólogo, enseja a contemplação de várias possibilidades de atuação profissional, referidas por várias concepções teórico- metodológicas existentes. Nesta formação e corroborando com a flexibilidade e de abertura de um perfil generalista - preventivista e humanista, é importante enfatizar a preocupação com a interdisciplinaridade, uma vez que se visa a formar um profissional engajado e comprometido com o homem concreto, contextualizado; também, considerando as questões sociais, econômicas, políticas e institucionais da realidade brasileira, que permeiam a existência desse mesmo homem concreto, e do próprio profissional de Psicologia, enquanto inserido nessa mesma realidade.

 

O Curso de Psicologia, portanto, consoante as três Ênfases Curriculares adotadas: a) Psicologia e processos de investigação científica; b) Psicologia e processos de prevenção e promoção da saúde; c) Psicologia e processos clínicos – desenhou o perfil profissiográfico pretendido para o egresso, levando em consideração o leque de formação que o mesmo possibilita; inclusive, devido à flexibilidade e abrangência que permeiam as Diretrizes Curriculares, quando estas propõem as ênfases, as competências e as habilidades. Assim sendo, há que considerar que as Ênfases Curriculares adotadas, com seus respectivos concomitantes operacionais, sustentam e orientam a formação do Psicólogo.

 

 

 

 

Grade Curricular Psicologia 2015-1

 

 

 

 

 

 

 

Apresentação do curso de Psicologia FAEF (.pps)

1. O curso de graduação em Psicologia da FAEF tem como meta central a formação do Psicólogo voltado para a atuação profissional, para a pesquisa e para o ensino de Psicologia, e deve assegurar uma formação baseada nos seguintes princípios e compromissos:

 Construção e desenvolvimento do conhecimento científico em Psicologia;

Compreensão dos múltiplos referenciais que buscam apreender a amplitude do fenômeno psicológico em suas interfaces com os fenômenos biológicos e sociais;

Reconhecimento da diversidade de perspectivas necessárias para compreensão do ser humano e incentivo à interlocução com campos de conhecimento que permitam a apreensão da complexidade e multideterminação do fenômeno psicológico;

Compreensão crítica dos fenômenos sociais, econômicos, culturais e políticos do País, fundamentais ao exercício da cidadania e da profissão;

Atuação em diferentes contextos considerando as necessidades sociais, os direitos humanos, tendo em vista a promoção da qualidade de vida dos indivíduos, grupos, organizações e comunidades;

Respeito à ética nas relações com clientes e usuários, com colegas, com o público e na produção e divulgação de pesquisas, trabalhos e informações da área da Psicologia;

Aprimoramento e capacitação contínuos.

 

 2. A formação em Psicologia da FAEF tem por objetivos gerais dotar o profissional dos conhecimentos requeridos para o exercício das seguintes competências e habilidades gerais:

 Atenção à saúde: os profissionais devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde psicológica e psicossocial, tanto em nível individual quanto coletivo, bem como a realizar seus serviços dentro dos mais altos padrões de qualidade e dos princípios da ética/bioética;

Tomada de decisões: o trabalho dos profissionais deve estar fundamentado na capacidade de avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas, baseadas em evidências científicas;

Comunicação: os profissionais devem ser acessíveis e devem manter os princípios éticos no uso das informações a eles confiadas, na interação com outros profissionais de saúde e o público em geral;

Liderança: no trabalho em equipe multiprofissional, os profissionais deverão estar aptos a assumirem posições de liderança, sempre tendo em vista o bem estar da comunidade;

Administração e gerenciamento: os profissionais devem estar aptos a tomar iniciativas, fazer o gerenciamento e administração da força de trabalho, dos recursos físicos e materiais e de informação, da mesma forma que devem estar aptos a serem empreendedores, gestores, empregadores ou líderes nas equipes de trabalho;

Educação permanente: os profissionais devem ser capazes de aprender continuamente, tanto na sua formação, quanto na sua prática, e de ter responsabilidade e compromisso com a sua educação e o treinamento das futuras gerações de profissionais, estimulando e desenvolvendo a mobilidade acadêmica e profissional, a formação e a cooperação através de redes nacionais e internacionais.

 

3. A formação em Psicologia do Curso de Psicologia da FAEF  exige que a proposta do curso articule os conhecimentos, habilidades e competências em torno dos seguintes eixos estruturantes:

 Fundamentos epistemológicos e históricos que permitam ao formando o conhecimento das bases epistemológicas presentes na construção do saber psicológico, desenvolvendo a capacidade para avaliar criticamente as linhas de pensamento em Psicologia;

Fundamentos teórico-metodológicos que garantam a apropriação crítica do conhecimento disponível, assegurando uma visão abrangente dos diferentes métodos e estratégias de produção do conhecimento científico em Psicologia;

Procedimentos para a investigação científica e a prática profissional, de forma a garantir tanto o domínio de instrumentos e estratégias de avaliação e de intervenção, quanto a competência para selecioná-los, avaliá-los e adequá-los a problemas e contextos específicos de investigação e ação profissional;

Fenômenos e processos psicológicos, que constituem classicamente objeto de investigação e atuação no domínio da Psicologia, de forma a propiciar amplo conhecimento de suas características, questões conceituais e modelos explicativos construídos no campo, assim como seu desenvolvimento recente;

Interfaces com campos afins do conhecimento para demarcar a natureza e a especificidade do fenômeno psicológico e percebê-lo em sua interação com fenômenos biológicos, humanos e sociais, assegurando uma compreensão integral e contextualizada dos fenômenos e processos psicológicos;

Práticas profissionais voltadas para assegurar um núcleo básico de competências que permitam a atuação profissional e a inserção do graduado em diferentes contextos institucionais e sociais, de forma articulada com profissionais de áreas afins.

 

4. As competências reportam-se a desempenhos e atuações requeridas do formado em Psicologia, e devem garantir ao profissional um domínio básico de conhecimentos psicológicos e a capacidade de utilizá-los em diferentes contextos que demandam a investigação, análise, avaliação, prevenção e atuação em processos psicológicos e psicossociais, e na promoção da qualidade de vida. São elas:

 Analisar o campo de atuação profissional e seus desafios contemporâneos;

Analisar o contexto em que atua profissionalmente em suas dimensões institucional e organizacional, explicitando a dinâmica das interações entre os seus agentes sociais;

Identificar e analisar necessidades de natureza psicológica, diagnosticar, elaborar projetos, planejar e agir de forma coerente com referenciais teóricos e características da população-alvo;

Identificar, definir e formular questões de investigação científica no campo da Psicologia, vinculando-as a decisões metodológicas quanto à escolha, coleta, e análise de dados em projetos de pesquisa;

Escolher e utilizar instrumentos e procedimentos de coleta de dados em Psicologia, tendo em vista a sua pertinência;

Avaliar fenômenos humanos de ordem cognitiva, comportamental e afetiva, em diferentes contextos;

Realizar diagnóstico e avaliação de processos psicológicos de indivíduos, de grupos e de organizações;

Coordenar e manejar processos grupais, considerando as diferenças individuais e sócio-culturais dos seus membros;

Atuar inter e multiprofissionalmente, sempre que a compreensão dos processos e fenômenos envolvidos assim o recomendar;

Relacionar-se com o outro de modo a propiciar o desenvolvimento de vínculos interpessoais requeridos na sua atuação profissional;

Atuar profissionalmente, em diferentes níveis de ação, de caráter preventivo ou terapêutico, considerando as características das situações e dos problemas específicos com os quais se depara;

Realizar orientação, aconselhamento psicológico e psicoterapia;

Elaborar relatos científicos, pareceres técnicos, laudos e outras comunicações profissionais, inclusive materiais de divulgação;

Apresentar trabalhos e discutir ideias em público;

Saber buscar e usar o conhecimento científico necessário à atuação profissional, assim como gerar conhecimento a partir da prática profissional.

 

5. As competências, básicas, devem se apoiar nas habilidades de:

 Levantar informação bibliográfica em indexadores, periódicos, livros, manuais técnicos e outras fontes especializadas através de meios convencionais e eletrônicos;

Ler e interpretar comunicações científicas e relatórios na área da Psicologia;

Utilizar o método experimental, de observação e outros métodos de investigação científica;

Planejar e realizar várias formas de entrevistas com diferentes finalidades e em diferentes contextos;

Analisar, descrever e interpretar relações entre contextos e processos psicológicos e comportamentais;

Descrever, analisar e interpretar manifestações verbais e não verbais como fontes primárias de acesso a estados subjetivos;

Utilizar os recursos da matemática, da estatística e da informática para a análise e apresentação de dados e para a preparação das atividades profissionais em Psicologia.

FIES

Vestibular 2016
E-mail: vestibular@faef.br
Ligue Vestibular:
(14) 3407-8000
(14) 99850-1460
(14) 98165-9435
(14) 98165-9435
 
Revista Eletrônica Científica
Serviços

 

 

Calendário 2017

 

 

 

Grupo FAEF

 
Cultural Institute
Banner - Escola da Família
Banner Periodicos
Banner - Prouni
Banner - Projeto Ler e Escrever
© Copyright 2014, GRUPO FAEF - Resolução mínima: 1024px por 768px
Site desenvolvido por COMBR Soluções em Internet