(14) 98165-9435 | 99850-1460
Pós-Graduação em

Psicologia Social e Práticas Profissionais Contemporâneas

Clique aqui e inscreva-se!

Sobre o Curso

 

 

Pós-graduação em Psicologia Social e Práticas Profissionais Contemporâneas

 

Sinopse: Tendo em vista as novas práticas profissionais na área psicológica, tal como a inserção do Psicólogo nos serviços sociais, a proposta de clínica ampliada veiculada pelo SUS (Sistema Único de Saúde), as terapêuticas extra-clínica e as problemáticas sociais que perpassam os problemas humanos, o curso propõe instrumentalizar teoricamente seus alunos para lidar com tais desafios oriundos da clínica pós-moderna.

Objetivos

Geral: Levar os alunos a desenvolver habilidades na área da Psicologia social contemporânea, de forma a adquirir conhecimentos teóricos e técnicos que possibilitem o atendimento fora dos moldes clínicos clássicos.

Definir Psicologia Social Contemporânea;

- Apresentar métodos de intervenção psicológica extra-clínica tradicional;

- Delimitar os dispositivos políticos públicos de instrumentalização e regulamentação do trabalho psicológico;

- Indicar as causas sócias das formas contemporâneas de sofrimento;

- Especificar a peculiaridade do trabalho do psicólogo em ambientes variados;

- Exemplificar as formas de trabalho psicológico com pessoas em situação de risco.

 Público- alvo: Profissionais da área Psicológica ou afim, alunos quintanistas de Psicologia.

Mercado

Atualmente, os psicólogos tem como grande oportunidade de trabalho a área do SUS e SUAS, o qual abrange o trabalho no assistencialismo social. Desta feita, é de extrema pertinência o conhecimento dos fatores sociais envolvidos na estruturação de problemas psicológicos, tais como abuso sexual de crianças, delinquência juvenil, drogadição, pessoa em situação de rua, etc.

Assim, o curso pretende implementar o estudante nas raízes sociais do processo de exclusão e os mecanismo perversos de poder envolvidos na desumanização do sujeito que irá ser incluídos nos serviços acima mencionados.

Amparo Legal: Resoluções CNE/CES 001/2007 de 08/06/2007 e CNE/CES 002 de 12/02/2014 e pelo Regulamento Interno da FAIP

Módulos: total 14

Ementa das 12 disciplinas

10.1- Introdução à Psicologia Social Contemporânea: apresentar os autores e epistêmes essenciais para a compreensão do papel do Psicólogo no contexto de trabalho social.

10.2- Questões sociais brasileiras I: infância e família: introduzir os alunos nos conhecimentos básicos da história brasileira no que diz respeito aos mecanismos de exclusão social. Um exemplo: os altos índices de criminalidade entre os jovens negros se situa diretamente nas formas pelas quais a escravidão atingiu a formação de família e na posterior conjuntura de falsa liberdade em que o negro se encontrou.

10.3- Questões sociais brasileiras II: mundo do trabalho: definir as características do mundo do trabalho no Brasil, as quais se encontram numa dicotomia, em alguns contextos está atrelado as mais modernas concepções de emprego e produtividade, enquanto em outros encontramos ainda o trabalho escravo e o subemprego.

10.4- Apresentação das prerrogativas de trabalho do SUS: definir público-alvo do serviço, os princípios fundamentais (equidade, integralidade e universalidade) e o conceito de clínica ampliada.

10.5- Gestão transversal: defini o que é gestão transversal e hierarquia horizontal, tecendo séria crítica aos projetos do ato Médico, que colocam tal profissional como acima dos demais, ferindo a própria proposta de trabalho no SUS.

10.6- Apresentação das prerrogativas de trabalho no SUAS: definir o que é o serviço, assim como CRAS (Centro de referência em assistência social) e CREAS (Centro de referências especializado em assistência social), distinguindo suas particularidades, apresentar e discutir a Lei Orgânica Lei 8742, de 07.12.1993.

10.7- Métodos interventivos em Psicologia Social: apresentar métodos que vão além da clínica tradicional, tais como o método intercessor, método de avaliação participativa, debate e exposição de ideias, entre outros.

10.8- Aspectos jurídicos envolvidos no trabalho social: introduzir o estudante as principais leis que amparam os usuários dos sistemas SUS e SUAS e os meios legais de encaminhamento.

10.9- Aspectos éticos: indicar as prerrogativas éticas do trabalho interdisciplinar, retomando o Código de Ética do psicólogo, além de instruir sobre as formas corretas de preencher prontuários, discriminar parecer, laudo e avaliação psicológica e definir as regras de sigilo.

10.10- Metodologias de trabalho de curso- Introdução aos métodos de pesquisa, tanto qualitativa quanto quantitativa, de campo e/ou bibliográfica, propondo aos alunos definirem seus pré-projetos de pesquisa a serem desenvolvidos no Trabalho de Curso (TC).

10.11- Seminários de pesquisa: pretender articular os saberes veiculados durante todo o curso, definidos nos projetos de pesquisa de cada aluno. Assim, esta disciplina proporá a apresentação dos temas e projetos e uma troca de informações entre alunos e docente responsável.

10.12- Trabalho de curso: parte final do curso, disponibiliza ao aluno o trabalho mais próximo entre aluno e o docente orientador escolhido por ele.

10.13- Leituras Independentes.

10.14- Seminário de pesquisa e planejamento do projeto final.

Corpo Docente

Docentes especializados na área, com titulação mínima de mestre.

Informações
Duração
Formação
Turno
Vagas
FAEF FAIT FAIP Eduvale

Newsletter

Receba informativos e novidades em seu email


Fale Conosco

(14) 98165-9435 | 99850-1460
Copyright © 2017 GRUPO FAEF. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por StrikeOn.